Português de Portugal (Portuguese)


7 de Janeiro 2010

 

Esta página foi visualizada por 3830 vezes

MENSAGEM DE NOSSA SENHORA MÃE PROTECTORA DOS AFLITOS

2010 – 01 – 07

Queridos filhos:

Eis aqui a serva do Senhor!

Que a paz de Meu Filho Jesus esteja hoje e sempre em vossos corações e que este tempo seja para vós um incentivo à oração, abri vossos corações e só assim descubrireis a verdadeira paz. Rezai. Eu sou a vossa Mãe e sinto dor por cada um de vós que está longe do amor de Meu Coração mas nunca me cansarei de vos pedir a conversão e hoje mais uma vez venho do céu à terra convidar-vos à oração e à renúncia de todo o mal. Eu desejo que estes Meus pedidos alcancem todos os continentes a fim de que Meus filhos não se percam neste vale de escuridão e se alguém vier a perder - se será porque tendo caido não se quis levantar de novo. O Senhor continua a chamar - vos das trevas à luz e para alcançarem a luz de Deus é preciso que o amor seja puro e que se enraize em vossos corações.

Amor significa renúncia. Amor também significa lágrimas. Amor significa negar-se a muitas coisas porque sem amor não se pode construir uma vida consagrada a Deus. Desejo que acreditem no amor que Meu Filho Jesus tem por cada um de vós, Ele vos ama! Assim como vós sois. Não importa por quais caminhos Meus filhos transitaram, Ele nunca deixou de vos amar, não importa quantas vezes os homens o trairam. Ele nunca deixou de vos amar mas Ele não quer que Meus filhos continuem na vida de pecado pois o pecado tem corrompido o mundo e manchado vossas vidas mas o Senhor continua a oferecer aos homens inúmeras oportunidades para serem limpos do pecado (pausa).

O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas e de modo nenhum Deus apagará o vosso nome do livro da vida.

Eu vos amo.

Fiquem todos em nome da Santíssima Trindade.

P.S.J.C.

NOTA:

Hoje a nossa Mãe Maria Santíssima , apareceu às 14:10 quando eu estava diante do Sacrário em adoração a Jesus. Assim que eu terminei as minhas orações a Virgem apareceu numa luz que brilhava fortemente. Estava vestida de um belo manto e véu brancos.